Nosso momento preferido

Um de nossos muitos momentos favoritos foi nossa visita à FioCruz, uma das principais instituições de pesquisa em saúde pública do mundo. Lá visitamos o projeto do Programa Mundial do Mosquito (WMP) e seu insetarium. Esta incursão na ciência foi muito divertida”.

Olá

Nosso grupo na Escola Millôr Fernandes, “As Poderosas”, é composto por 9 meninas, 2 meninos e seus tutores. A direção da escola, a coordenação pedagógica e de certa forma toda a comunidade escolar também fazem parte de nosso movimento.

Iniciamos nossas atividades em 2018, aprendendo o básico sobre doenças transmitidas por mosquitos através do programa de aprendizagem do IRESO em 8 reuniões semanais.

Depois disso, estávamos prontos para deixar a sala de aula para nossas atividades semanais. Levamos a campanha de conscientização de casa em casa, montamos postos de informação nos postos de saúde e na clínica familiar, e visitamos e educamos diferentes escolas. Todos em nossa comunidade nos conhecem e apreciam nosso trabalho para evitar a disseminação da dengue. Muitas vezes eles nos abordam diretamente para obter informações e nos vêem como referência e contato na luta contra a dengue em nossa área.

Desde o início de 2020, o mundo está no meio da pandemia desencadeada pelo vírus COVID19, que nos impõe restrições sociais.

Sobre nós

Escola: Escola Escritor Millôr Fernandes

Localização: Rio de Janeiro, Favelakomplex Maré

Nome da equipe: “As poderosas”

Enfrentamos o desafio de manter o diálogo com os residentes e fazer campanha online contra a dengue, porque a COVID19 não retarda o mosquito Aedes aegypti, nem as doenças virais que ele transmite.
Hoje, em meio à pandemia, com a ajuda da Internet, mantemos nossas atividades de campanha através da produção de vídeos, cartões informativos e no futuro com projetos de produção de podcasts, na luta contra a dengue e pela vida.